Difference between revisions of "Internet das coisas"

From Portuguese ICANNWiki
Jump to: navigation, search
(Criou a página com "'''Internet das Coisas ''' A Internet das Coisas, ou, em inglês, Internet of Things “IOT” não é uma única inovação, ela é na realidade, um novo ambiente tecnol...")
 
m
 
Line 4: Line 4:
 
A Internet das Coisas, ou, em inglês, Internet of Things “IOT” não é uma única inovação, ela é na realidade, um novo ambiente tecnológico em que as “things” estão conectadas na internet, interligadas entre si e que poderão ainda interagir independentemente de humanos e ainda com autonomia para colheita, transferência e interpretação de dados. Superando uma lógica H2M, ou seja, Human to Machine, ela instaura uma lógica M2M, Machine to Machine.  
 
A Internet das Coisas, ou, em inglês, Internet of Things “IOT” não é uma única inovação, ela é na realidade, um novo ambiente tecnológico em que as “things” estão conectadas na internet, interligadas entre si e que poderão ainda interagir independentemente de humanos e ainda com autonomia para colheita, transferência e interpretação de dados. Superando uma lógica H2M, ou seja, Human to Machine, ela instaura uma lógica M2M, Machine to Machine.  
  
A inovação será possível pela incorporação de softwares e circuitos em objetos que estão presentes na vida cotidiana, tal como geladeira, despertador, carros, bicicletas, tornando-os “inteligentes” e autônomos, passando a integrar uma infraestrutura global interconectada Dentro dessa perspectiva, o termo “Internet das coisas” é amplamente usado para se referir: (i) a rede global resultante interligando objetos inteligentes por meio de tecnologias de Internet prolongados , (ii) o conjunto de tecnologias de suporte necessárias para realizar tal visão (incluindo , por exemplo, RFID , / atuadores, dispositivos sensores máquina — a-máquina de comunicação , etc.) e (iii) o conjunto de aplicações e serviços , aproveitando essas tecnologias para abrir novas oportunidades de negócios e de mercado. <ref> [ATZORI, Luigi; IERA, Antonio; MORABITO, Giacomo. The Internet of Things: A survey http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1389128610001568]
+
A inovação será possível pela incorporação de softwares e circuitos em objetos que estão presentes na vida cotidiana, tal como geladeira, despertador, carros, bicicletas, tornando-os “inteligentes” e autônomos, passando a integrar uma infraestrutura global interconectada Dentro dessa perspectiva, o termo “Internet das coisas” é amplamente usado para se referir: (i) a rede global resultante interligando objetos inteligentes por meio de tecnologias de Internet prolongados , (ii) o conjunto de tecnologias de suporte necessárias para realizar tal visão (incluindo , por exemplo, RFID , / atuadores, dispositivos sensores máquina — a-máquina de comunicação , etc.) e (iii) o conjunto de aplicações e serviços , aproveitando essas tecnologias para abrir novas oportunidades de negócios e de mercado. <ref> ATZORI, Luigi; IERA, Antonio; MORABITO, Giacomo. The Internet of Things: A survey http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1389128610001568 </ref>

Latest revision as of 11:36, 24 April 2017

Internet das Coisas

A Internet das Coisas, ou, em inglês, Internet of Things “IOT” não é uma única inovação, ela é na realidade, um novo ambiente tecnológico em que as “things” estão conectadas na internet, interligadas entre si e que poderão ainda interagir independentemente de humanos e ainda com autonomia para colheita, transferência e interpretação de dados. Superando uma lógica H2M, ou seja, Human to Machine, ela instaura uma lógica M2M, Machine to Machine.

A inovação será possível pela incorporação de softwares e circuitos em objetos que estão presentes na vida cotidiana, tal como geladeira, despertador, carros, bicicletas, tornando-os “inteligentes” e autônomos, passando a integrar uma infraestrutura global interconectada Dentro dessa perspectiva, o termo “Internet das coisas” é amplamente usado para se referir: (i) a rede global resultante interligando objetos inteligentes por meio de tecnologias de Internet prolongados , (ii) o conjunto de tecnologias de suporte necessárias para realizar tal visão (incluindo , por exemplo, RFID , / atuadores, dispositivos sensores máquina — a-máquina de comunicação , etc.) e (iii) o conjunto de aplicações e serviços , aproveitando essas tecnologias para abrir novas oportunidades de negócios e de mercado. [1]
  1. ATZORI, Luigi; IERA, Antonio; MORABITO, Giacomo. The Internet of Things: A survey http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1389128610001568